EVENTOS

Pandemia transforma Plurall na maior plataforma de ensino digital do país

7 de julho de 2020

Em outubro do ano passado, apresentávamos o nosso projeto principal para 2020: as Plataformas Digitais do Colégio CEC. Evoluímos, acreditando no ensino híbrido e sempre buscando o melhor para os nossos estudantes.

 

Hoje, olhamos para trás e vemos que estamos no caminho certo! Não acreditaríamos se nos dissessem que uma pandemia tiraria nossos alunos das salas de aulas físicas e os colocariam em uma virtual. Ainda bem que estávamos preparados.

 

Na última semana saiu uma matéria sobre a Plataforma Plurall e o ensino digital no Brasil. Antes da pandemia, nossos alunos e outros 400 mil em todo o país utilizavam a plataforma Plurall, hoje são mais de 1,3 milhão de estudantes!

 

Nosso agradecimento especial a todos os pais e alunos que confiaram no time administrativo e pedagógico do Colégio CEC. Sem vocês nós não chegaríamos até aqui.

 

O futuro é digital, isso já entendemos! Mas não vemos a hora de ter nossos alunos aqui conosco!

SAUDADES, PESSOAL!

 


Matéria:

Pandemia transforma Plurall na maior plataforma de ensino digital do país

Desde março, mais de 2 milhões de aulas ao vivo já foram ministradas; ao todo, um em cada quatro brasileiros usa a plataforma para estudar

 

Passados três meses e meio desde o início pandemia do novo coronavírus, que tirou das carteiras escolares milhões de alunos no Brasil, estados e municípios se preparam para a tão aguardada retomada das aulas presenciais. Em São Paulo a volta deve acontecer em setembro, como anunciou o secretário estadual de Educação Rossieli Soares, já no Rio de Janeiro e em outras capitais ainda não foi definida uma data para o retorno, antes previsto para agosto.

 

Mas, se de um lado sobram incertezas por parte dos estudantes, pais e professores quanto ao conteúdo assimilado neste período, por outro, a maioria concorda que o ensino híbrido veio para ficar. Enquanto os portões dos colégios estão fechados ganham espaço as plataformas de ensino online, como a Plurall, da Somos Educação, que hoje reúne 1,3 milhão de alunos em seu ambiente virtual de 4 mil escolas privadas – antes da pandemia cerca de 400 mil estudantes eram atendidos.

 

A plataforma foi criada em 2013 como uma ferramenta de apoio pós-aula para as turmas de ensino médio e o segundo segmento do Ensino Fundamental. De olho nesse mercado, a Somos investiu 42 milhões de reais na plataforma entre 2017 e 2019 – a empresa não abre números deste ano. Uma semana depois do início da quarentena as aulas online começaram a ser ministradas e o volume de dados na Plurall cresceu cerca de 47 milhões por cento.

 

“O crescimento desse índice mostra que os professores estão usando a plataforma para mandar provas e listas de exercícios que são feitos pelos alunos. Desde que as escolas fecharam cada aluno fez 2500 tarefas e ficou cinco horas online por dia, em média, sendo três horas assistindo aula e duas horas fazendo atividades, entre games, simulados e exercícios”, explica Mario Ghio, diretor presidente da Somos Educação. “Achamos que seria um esforço de 30 dias, mas hoje ninguém tem dúvidas de que iremos até dezembro”, completa Ghio.

 

Para as aulas de biologia e química, a companhia fechou uma parceria com o CloudLabs, que foi incorporada ao Plurall. Agora, os alunos poderão fazer as simulações dos experimentos no ambiente totalmente gamificado. Já as aulas de matemática ficaram mais leves com incorporação da ferramenta Matific, que utiliza método e dinâmicas de jogos na resolução de problemas ligados à Matemática. Neste primeiro momento, estarão disponíveis 31 laboratórios e nove simuladores 3D, entre microscopia, magnitudes elétricas e fluidos.

 

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/educacao/pandemia-transforma-plurall-na-maior-plataforma-de-ensino-digital-do-pais/?fbclid=IwAR3u_PpUk5WSMdlOzpCZSbIdbMzg82-szg5RwcY8UxZ-w-iJGehgN0vx-pc

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *